Unicaronas

1
Unicaronas

A década de 90 foi marcada por vários acontecimentos, entre eles podemos destacar a bolha da internet, fenômeno esse que provocou diversas mudanças tecnológicas e econômicas no planeta. Cientes de que a economia precisava acompanhar a evolução, os empresários trataram logo de expor suas ideias inovadoras, a fim de encontrar quem financiasse o projeto.

Como as novidades estavam surgindo e as necessidades dos consumidores também aumentavam, os investidores passaram a procurar por ideias que viessem a atender a demanda, dessa forma quem possuía uma boa iniciativa obteve sucesso.

Atualmente o quadro está ainda melhor, a necessidade por novidades é grande, dessa forma os investidores estão em busca de empreendedores sem dinheiro, mas portando propostas magníficas, pois é aí que os mesmos enxergam a possibilidade de crescer e alcançar bons resultados.

Unicaronas e a economia colaborativa

O UniCaronas foi a primeira solução de compartilhamento de carros no país e, hoje em dia, se mantém como o maior portal do gênero. Atualmente com seu nome modificado para tripda, o Unicaronas é exemplo a ser seguido.

Seu público-alvo são os universitários de graduação e pós-graduação e os docentes de várias instituições de ensino superior do país. Ao todo, a empresa ajuda os usuários a compartilharem 1200 caronas semanais, reduzindo as emissões de CO2, no meio ambiente, aliviando o trânsito nas vias e economizando dinheiro.

Outras possibilidades de utilização são para viagens de trabalho e lazer, que podem ser muito mais baratas por meio deste serviço revolucionário. A comunidade que se desenvolve por meio deste aplicativo é unida e cheia de uma série de respeito e consideração. O endereço para que você também possa fazer desta revolução nos transportes é http://unicaronas.com.br/.

Como não podemos deixar de verificar, a economia colaborativa anda se tornando cada vez mais tendência. Startups de crowdsourcing e crowdfunding são cada vez mais comuns, especializando-se em determinados segmentos, além, claro daqueles específicos para criadores de conteúdo, como o Patreon e o brasileiro Padrim.

Caso você deseje desenvolver uma ideia neste segmento, é sempre importante acercar-se de oferecer segurança e credibilidade, ou a utilização do se serviço pode se tornar um risco. Outra questão fundamental é sempre se preocupar de criar relacionamentos que não podem ser deturpados, pois as pessoas têm uma tendência a usar este tipo de serviço de formas diferentes, criando golpes em cima de serviços que dependem demais da boa vontade das pessoas.

Apesar de muitos dizerem que o mercado brasileiro não está preparado para a economia colaborativa, as diversas iniciativas de sucesso nesta área provam o contrário. Sites como o Catarse e o Kickante, além, claro, do waze e do Uber, são a prova viva de que este é um mercado ainda a ser explorado no Brasil,.

Acima de tudo, antes de colocar seu produto no mercado, faça testes e verifique a sua aplicabilidade, seja a cobaia do seu produto e sinta a experiência do cliente. Passando pela experiência você mesmo, você entenderá os pontos fracos do seu serviço e criará políticas para resguardar seu usuário em um momento perigoso.

Está esperando o que para por suas ideias em prática?

Boa sorte.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

One Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *